Acidente em Ponte provoca um ferido grave

Uma colisão entre dois veículos ligeiros provocou um ferido grave ao final da tarde deste domingo na Rua Monsenhor Dom António Américo Couto, freguesia de Ponte.
Os Bombeiros Voluntários das Taipas foram alertados às 18:37 horas, tendo mobilizado para a ocorrência uma ambulância e um veículo de desencarceramento com um total de 8 elementos.                  A vítima do sexo masculino teve necessidade de ser desencarcerada, sendo se seguida transportada para o Hospital de Guimarães.          No local esteve ainda presente a VMER de Guimarães e a GNR das Guimarães.

 

Bombeiros das Taipas combatem incêndio em anexo de habitação

Os Bombeiros das Taipas, combateram ao inicio da tarde deste Domingo, um incêndio num anexo de uma habitação situada na Rua do Lameirão, freguesia de Ponte.
O alerta foi dado às 14h15, tendo a corporação Taipense mobilizado para o local 15 elementos e 4 veículos. A rápida intervenção dos bombeiros evitou a propagação do incêndio à habitação adjacente, confinando os estragos aos materiais que estavam no anexo.

 

AVISO À POPULAÇÃO

O Governo decidiu prolongar o período crítico de incêndios até ao próximo dia 15 de outubro, no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios.

De acordo com a portaria assinada pelo Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, circunstâncias meteorológicas excecionais prováveis para a primeira quinzena de outubro justificam o prolongamento deste período e a respetiva adoção de medidas e ações especiais de prevenção de incêndios florestais.

O período em causa estende-se normalmente até 30 de setembro. No entanto, temperaturas com valores acima do que é padrão para a época, uma baixa probabilidade de ocorrência de precipitação e níveis muito elevados de valores acumulados de severidade meteorológica diária fazem prever uma manutenção do risco de incêndios em níveis elevados.

Durante o período crítico de incêndios, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido:

  • Fumar, fazer lume ou fogueiras;
  • Fazer queimas ou queimadas;
  • Lançar foguetes e balões de mecha acesa;
  • Fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;
  • Fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.

 

Ajuda combate aos Incêndios Florestais em Góis

Partiu ontem à tarde um Grupo de Reforço para Incêndios Florestais (GRIF03.01) do distrito de Braga em direção ao concelho de Góis, distrito de Coimbra para ajudar no combate aos incêndios florestais que estão a deflagrar naquela zona. Os Bombeiros das Taipas fazem parte desse grupo com um Veiculo de Comando (VCOT 02) e um Veículo Florestal de Combate a Incêndios (VFCI 01) com 6 bombeiros.                                                                                                                          No mesmo dia o Veiculo Tanque de Grande Capacidade (VTGC 01), com dois bombeiros na guarnição, partiu com o mesmo destino fazendo parte do Grupo Logístico de Reforço (GLOR 03.01) do distrito de Braga com a missão de dar apoio às equipas que se encontram no combate aos incêndios que assolam a região. A todos um bom trabalho, boa sorte e bom regresso.