AVISO À POPULAÇÃO – TEMPO FRIO

1. SITUAÇÃO

Situação Meteorológica:

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), realizado hoje, 16 de janeiro, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), e de acordo com a informação meteorológica, salienta-se:

– Uma diminuição da temperatura a partir da noite de terça para quarta-feira, provocando uma situação de tempo frio e seco que se prolongará até ao próximo sábado (21 de janeiro);

– Os valores de temperatura mínima deverão variar aproximadamente entre 0º e 4º C, na generalidade do território, e será significativamente mais baixa nas regiões do interior, em particular nas regiões do Norte e Centro, onde poderá descer até – 8º C;

– Os valores da temperatura máxima não deverão ultrapassar os 8º a 12º C no litoral oeste e no interior sul, sendo ligeiramente superior na costa sul do Algarve (entre 12º e 14º C) e significativamente inferior no interior Norte e Centro, onde os valores não deverão ultrapassar 5º/6º C;

– Adicionalmente, a partir da noite de terça-feira e até quinta-feira, o vento soprará mais intenso, em geral de intensidade moderada, forte nas terras altas, o que acentuará o desconforto térmico sentido pela população.

Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

Intoxicações por inalação de gases, devido a inadequada ventilação, em habitações onde se utilizem aquecimentos com lareiras e braseiras;

Incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou de avarias em circuitos elétricos;

– Eventual formação de gelo em troços de estradas com ensombramento permanente;

– Especial atenção com os grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

3. MEDIDAS PREVENTIVAS

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

– Que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura;

O uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente;

A proteção das extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol);

– A ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor;

– Especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior, e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade.

– Especial atenção aos aquecimentos com combustão (ex. braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte;

– Que se assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras;

– Que se evite o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar;

– Que se tenha em atenção a condução em locais onde se forme gelo na estrada, adotando uma condução defensiva;

Especial atenção por parte das famílias e vizinhos, e das redes sociais de proximidade, com as situações de pessoas idosas ou em condição de maior isolamento;

– Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Acompanhe também as recomendações da Direcção-Geral da Saúde em www.dgs.pt

Presidente da Câmara Municipal de Guimarães visita Bombeiros das Taipas

Domingos Bragança,  Presidente do Município de Guimarães, visitou este sábado, ao final da tarde, o quartel dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas, onde desejou um Feliz Natal a todos os elementos da associação. Nesta visita, ofereceu à corporação Taipense uma escultura de D. Afonso Henriques. «Com este gesto tão simbólico, sentimo-nos parte da grande família de Guimarães», disse, orgulhoso, José Machado, Presidente da Direção dos Bombeiros das Taipas

 

Governo prolonga período crítico dos incêndios

Os Bombeiros das Taipas informam a população em geral que, atendendo às circunstâncias meteorológicas excepcionais que se registam nesta época do ano e que irão persistir, foi aprovado em reunião do Conselho de Ministros o prolongamento do período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios, até ao dia 15 de Outubro.

Durante o período crítico de incêndios, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido:

  • O acesso a zonas críticas;
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
  • Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
  • O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
  • A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.
  • Fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.

12920512_10153775520548183_7980873608481533109_n

 

Bombeiros das Taipas combateram incêndio em Corvite

Os Bombeiros das Taipas, combateram este domingo de tarde, um incêndio num anexo de uma habitação situada na Rua Central, freguesia de Corvite.
O alerta chegou por volta das 15H00 e devido à proximidade a que as chamas se encontravam de outras habitações, os bombeiros das Taipas mobilizaram para esta ocorrência 6 veículos com 32 elementos, que, apesar de evitar a propagação do fogo para outros edifícios, não evitaram a perda total do anexo.
No local esteve ainda presente a GNR das Taipas que tomou conta da ocorrência.

Bombeiros das Taipas resgataram raposa que caiu em ponto de água

Os Bombeiros Voluntários das Taipas resgataram com sucesso uma raposa que caiu num ponto de água, na freguesia de Longos, esta quinta-feira.
O animal caiu num ponto de água, que costuma ser utilizado pelos helicópteros para o combate a incêndios florestais, mas que na altura se encontrava vazio.
O alerta foi dado pelas 22:55 horas, tendo os Bombeiros das Taipas mobilizado para o local oito elementos e duas viaturas. Os trabalhos foram dados por concluídos já depois da meia noite.
Após o resgate com sucesso, o animal permanece nesta altura no quartel dos Bombeiros das Taipas e irá ser entregue esta sexta-feira ao Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) do Destacamento da GNR.

 

Encontrado homem desaparecido no Rio Ave

Os Bombeiros das Taipas foram alertados pelas 12h45m desta quarta feira para o desaparecimento de um indivíduo do sexo masculino no Rio Ave, em Campelos, na vila de Ponte.
A corporação Taipense mobilizou para a operação de socorro 20 operacionais, cinco veículos, e uma equipa de mergulho, contando ainda com o apoio de uma equipa de mergulho dos Bombeiros Famalicenses.
Ao fim de mais de 5 horas de buscas aquáticas e apeadas, o corpo foi encontrado pelas equipas de mergulho no leito do Rio Ave.
A GNR de Guimarães tomou conta da ocorrência, tendo o corpo sido removido pelos Bombeiros das Taipas para Gabinete Médico Legal de Guimarães.